Tricicleiros faturam em época de Festival Folclórico

Que bom que isso acontece. Dois anos sem Festival Folclórico e a economia de Parintins estagnou e muitos pais de famílias ficaram com poucas auternativas de trabalhar.

Em2022 está tudo diferente, os bois voltaram a ser protagonistas e o povo parintinense na rua, trabalhando.

Com moto táxi, táxi e Uber, o visitante prioriza, também, andar de triciclo e a turma está faturando no festival.

Conversamos, hoje, com Manoel Agenor, de 48 anos. Ele é tricicleiro há 18 e diz ter orgulho da profissão.

– Ficamos dois anos sem o nosso Festival e sem poder ganhar dinheiro nesta época, hoje o momento é diferente, graças a Deus – , disse.

Blog Ilha Tupinambarana

você pode gostar também