Tchanga: o astro do futebol imaginário na luta contra o covid-19

No seu futebol imaginário, Tchanga, além dos gols, comemorações, gritos com os colegas, ele sofre contusão no joelho e até reclama com  juiz do jogo/ Foto: divulgação

Já é de conhecimento público o carinho que o ex-jogador de futebol, Zico, manifestou ao parintinense Francinaldo Corrêa, o Tchanga, mandando-lhe presentes lá do Rio de Janeiro.

Tchanga está na luta contra o covid-19, doença que ocasionou recentemente a morte da mãe. Esperamos que o nosso querido Tchanga, que é portador da síndrome de down, se recupere logo.

Mas, receber o carinho do maior jogador da história do Flamengo (RJ), é uma grande honra. Os familiares do Tchanga, estão agradecidos. Ele irá fazer bom uso da camisa, short do Flamengo que ganhou do Zico.

Tchanga, é um apaixonado pelo futebol. Há alguns anos atrás, ele frequentava o estádio Tupy Cantanhede. Ficava pela beira do campo e imiitava a corrida dos atletas, gritava, fazia gols no seu imaginário, comemorava, arrancava risos do torcedor.

Todas essas expressões, Tchanga, levou para as ruas de Parintins. Ele brincava horas e horas. Corria, gritava, fazia gols, se jogava no chão como se sofresse uma contusão grave no joelho. Ele reclama até do juiz do jogo. As pessoas se divertiam com a brincadeira.

Tchanga estava sempre vestido como jogador de futebol. Na sua imaginação era tudo real. Sua maneira de viver chamava a atenção das pessoas, embora em uma época tenha superado um problema sério. Tchanga, levou um tiro no olho de arma caseira.

Hoje, a luta do astro do futebol imaginário é contra um inimigo invisível, o covid-19. Entretanto, as correntes de oração se multiplicam para a recuperação da saúde do nosso amigo Tchanga que certamente ocorrerá.

A sua torcida o agurada para assisti-lo novamente, ali brincando sozinho, num mundo de fansazia; mas cheio de conquistas, alegria e paz.

Blog Ilha Tupinambarana

você pode gostar também