Em Barreirinha, prédios das polícias Civil e Militar são afetados pela enchente

Por Jair Carneiro

No município de Barreirinha, prédios da segurança pública, onde funcionam a 42ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Barreirinha (a 331 quilômetros em linha reta da capital), comandada pela Polícia Civil e o prédio do 1° GPM da Polícia Militar já foram afetados pelas águas da enchente. De acordo com o delegado de Polícia Enéas Gonçalves, estão sendo construídas marombas (assoalhos de madeiras) para acomodar a área administrativa e outra área para que os presos de menor periculosidade, no total de 15 detentos, possam permanecer no local até que outras providências sejam tomadas.

Pela Polícia Militar, o tenente Andrade, comandante do 1° GPM de Barreirinha, disse que o alojamento dos policiais militares já foi inundado pelas águas e que teve a garantia da Prefeitura de Barreirinha de que os policiais vão ficar hospedados em hotéis da cidade. Uma maromba também será construída para acomodar a área administrativa da PM.

Fotos: Jair Carneiro

você pode gostar também