Mortes de idosos não foram provocadas pela variante Ômicron, esclarece Saúde de Parintins

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde de Parintins, nega que os que os óbitos ocorridos nesta sexta-feira, dia 28, em Parintins, tenham sido provocado pela variante Ômicron, informação que só pode ser oficializada após exame de genotipagem via PCR.

O paciente 01 era idoso com mais de 70 anos, sexo masculino, com teste positivo , mas que tinha tomado somente 1 dose de vacina contra Covid-19. Tinha comorbidades diversas, era Acamado (longa data), possuía Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (há vários anos), além de Sequelas de AVC. A causa básica do óbito não é Covid e sim suas comorbidades.

O paciente 02 que foi a óbito tinha 76 anos, sexo masculino e não havia tomado nenhuma dose de vacina contra Covid. O teste rápido deu negativo para Covid e tinha como comorbidades como Diabetes Mellitus, Hipertensão Arterial, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica. Causa básica do óbito: comorbidades.

A Secretaria Municipal de Saúde, através da Coordenadoria de Vigilância em Saúde, reitera a importância de se divulgar informações com responsabilidade, evitando a propagação de notícias falsas (FAKE NEWS) em páginas sem cunho jornalístico e sem responsabilidade.

Ressaltamos novamente que é necessário ter o resultado da genotipagem via RT-PCR para afirmar que se trata de óbito causado por variantes do Coronavirus.

Secretaria Municipal de Saúde
Vigilância em Saúde

você pode gostar também