Exposição: “História e cultura indígena de Nhamundá”

Com mais de 60h de viagem, uma equipe da Prefeitura de Nhamundá por meio da Secretaria de Turismo e Cultura (SEMTUC), estiveram nos últimos três dias, nas aldeias da área indígena Nhamundá-Mapuera. O objetivo da viagem foi recolher informações e coletar material audiovisual e fotográfico para realização de uma exposição, como forma de resgatar a história e cultura indígena do município.

Denominada ‘Exposição: História e cultura indígena de Nhamundá’, o projeto faz parte do Edital Amazonas Criativo do Programa +Cultura, e é um pacote de ações promovidas pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Sec), para fomentar o setor no Estado. A equipe foi conduzida pela Secretária da Semtuc, Kethleen Guerreiro, e contou com a presença de antropólogo, jornalista, fotógrafo e vídeo make, além do vice-prefeito Neto Carvalho, que acompanhou e fez questão de participar da ação. Durante o percurso, a equipe pôde notar e passar pelas dificuldades que os povos que habitam na região sofrem para se descolar das aldeias até a cidade.

No primeiro dia de viagem, a equipe passou pelas aldeias Arara, Belontra, Cupiúba, Areia, Torre, Gavião, Novo Bananal e Riozinho, no segundo dia, as aldeia visitadas foram Jutaí, Porteira e Kassawá, já no terceiro dia, descendo o rio, as aldeias visitadas foram Matrixã e Cafezal (Pará), em todas foram feitos registros fotográficos e entrevistas com os caciques das aldeias. Na aldeia Kassawá, maior aldeia da Terra Indígena (TI) Nhamundá-Mapuera, os indígenas receberam os membros da Semtuc com danças e ritos, em uma cerimônia realizada no Mayá (local onde são realizadas reuniões, festas, rituais e acolhimento de visitantes). Em seguida, foi discutido sobre autorização para a realização do material na localidade, que na ausência do cacique-geral, Zaqueu Feya e vice cacique, Orovaldo Kaywana, foi autorizado pelo Tuchaua 3, Miguel Taruma.

No total, foram visitadas todas as 13 aldeias que compõem a TI Nhamunda-Mapuera. Em todas as aldeias, foram coletados dados, realizadas entrevistas, fotografias e vídeos com os caciques e demais lideranças dos grupos étnicos.

#PrefeituraDeNhamunda
#GestaoJustaTransparenteInclusiva

você pode gostar também