“A música é o meu grande amor”, diz Luna Colombiana

Jaciara Azevedo Soares ou simplesmente Luna Colombiana. Esta jovem de 25 anos, deficiente visual, vem encantando às pessoas com sua arte musical. Aluna da oficina de música da Estação Cidadania “João do Carmo”, bairro União, Luna Colombiana é um exemplo de superação.

Faz shows cantando, tocando flauta e deixando mensagem de estímulo aos mais jovens. Luna, conta que um artista colombiano a inspirou. O nome dele é José Osório Bauza. Quando ele começou na música tinha apenas 12 anos.

– Ele nasceu em Medellín. A violência era muita forte entre os jovens e José Osório Bauza tinha tudo para trilhar pelo caminho do mal, mas decidiu escolher o caminho da arte, a música – comentou.

Luna diz que aprendeu a tocar flauta no projeto – “Eu Posso” em  2014. Foi um projeto que estimulou  a pessoa com deficiência a despertar aquilo que ela tinha de melhor.

– Eu despertei o meu melhor  que foi na flauta, mas sei compor poemas, sou ótima escritora e faço de tudo um pouco -, confirma.

Nascida em Nhamundá, Luna Colombiana, veio para Parintins quando tinha 5 anos. Ela já nasceu deficiente visual. Luna, diz que atualmente estar solteira se dedicando a música que é seu grande amor, mas se aparecer algum pretendente, que goste de música, como ela, a felicidade estará completa.

Luna tem muitas composições. Na entrevista citou duas: Lua prateada e Amazônia. A primeira ela compôs dedicada a uma pessoa de nome Efigênia. “Essa música lua prateada estimula a pessoa que estar triste ou deprimida”, completa.

Sobre a flauta, Luana gostou tanto do som do instrumento que comprou uma com dinheiro que juntou do trabalho de pintura feito no projeto “Eu Posso”. Comprou a flauta barroca.

Na Estação Cidadania, Luna agradece apoio dos instrutores Marquinho Azevedo, Bebé Siqueira e Ray Santos. Ela diz que são pessoas especiais na vida dela e que eles a ajudam bastante a conquistar o espaço dela.

– Outros professores que me ajudaram, lá no início, eu agradeço também. Obrigados Dênison, Efigênia e Jason. Se não fossem eles eu estaria no anonimato. Meu sonho é fazer música e é isso que quero para minha vida”, agradece.

Conversando com o professor de música da Estação Cidadania, Bené Siqueira, ele disse que Luna só tocava flauta com afinação barroca e foi presenteada, por ele, com uma flauta germânica.

– Ela consegue assimilar as coisas muito rápido. Repasso as coisas por Whatsapp e ela aprende logo. Hoje, a gente consegue fazer shows com a Luna – diz Bebé.

Luna Colombiana, terá participação especial no encerramento das atividades alusivas ao Dia Naciomal da Pessoa com Deficiência que acontece nesta sexta-feira, 24 de Setembro, no Ginásio Poliesportivo Seo Jovem.

A Música “Campeão” será cantada por Luna Colombiana no encerramento do evento que terá a presença de vários convidados.

Blog IlhaTupinambarana

você pode gostar também